Este navegador não é suportado

Você está usando um navegador que não é mais suportado. Para continuar visitando nosso site, escolha um dos seguintes navegadores compatíveis.

Close

Usinagem de alumínio: 5 dicas para maior eficiência e segurança

Esmerilhadeiras Metalurgia

Confira fatores importantes a serem considerados em processos de remoção de material na indústria metalúrgica

Usinagem de alumínio - Chicago Pneumatic

Sua metalúrgica trabalha com usinagem de alumínio? Os avanços nas tecnologias de fabricação desse material o tornaram uma alternativa cada vez mais popular, especialmente em aplicações que exigem um material leve, porém durável e resistente à corrosão. 

O setor de transporte, por exemplo, tem utilizado o recurso em aplicações de veículos ferroviários e off-road. Enquanto as rodas de alumínio costumam ser consideravelmente mais caras em comparação às rodas de aço tradicionais, a redução significativa de peso e a durabilidade proporcionam um melhor custo benefício. 

Fatores importantes no processo de usinagem de alumínio

Do ponto de vista da remoção de material, o alumínio também é um material muito funcional. A maioria das tarefas, como encaixe de peças fundidas, preparações de superfície e acabamento, não tem demandas específicas de ferramentas. No entanto, alguns fatores devem ser levados em consideração para otimizar a eficiência e a segurança dos processos.

1. O alumínio é sensível ao superaquecimento

Ao trabalhar com alumínio, é essencial evitar avançar com a ferramenta com muita força: isso pode resultar em superaquecimento e danificar a peça.

Dito isso, a maioria dos abrasivos-padrão pode ser usada em velocidades normais sem precauções adicionais. A velocidade deve depender do tamanho do disco. Por exemplo, a velocidade normal de operação para um disco de 6” é 10.000 rpm, e para um disco de 7” 8500rpm.

2. A obstrução do disco abrasivo pode atrasar o trabalho

O pó gerado durante a remoção de alumínio pode obstruir o disco abrasivo, tornando o processo ineficiente e demorado. A maneira mais fácil de resolver isso é aplicar sprays e ceras no material para reduzir a quantidade de poeira que entra no disco e operar as ferramentas em velocidades normais.

3. O material abrasivo precisa ser escolhido corretamente

Vale a pena revisar os requisitos da aplicação antes de escolher um abrasivo. Atualmente, discos de óxido de alumínio com liga dura dominam o mercado, mas nem sempre são a melhor opção. Em alguns casos, usar uma liga leve ou um grão de carboneto de silício pode fornecer melhores resultados na usinagem de alumínio.

4. Cuidados com o pó gerado na usinagem de alumínio

O pó de alumínio representa um sério risco para a saúde quando inalado, por isso é essencial garantir que o local de trabalho tenha ventilação suficiente antes de iniciar o trabalho, além de usar ferramentas com recursos de extração de poeira.

O pó de alumínio também é altamente inflamável, portanto, manter o ambiente de trabalho livre de poeira é crucial para reduzir os riscos de incêndio e cumprir os regulamentos de segurança.

5. Os acessórios podem otimizar a eficiência

Embora a usinagem de alumínio seja um processo relativamente fácil, a produtividade e o conforto de trabalho podem ser aumentados ainda mais com o uso de acessórios e recursos adicionais das ferramentas.

As travas do eixo, por exemplo, ajudam a minimizar o tempo de inatividade, tornando a substituição do abrasivo rápida e fácil.

Já os autobalancers são úteis na redução das vibrações experimentadas pelo operador, melhorando a ergonomia e permitindo que as ferramentas sejam operadas com segurança por mais tempo.

Tem mais alguma dúvida sobre como realizar tarefas de remoção de forma eficiente? Fale com nossos especialistas, tire suas dúvidas e conheça as ferramentas ideais para a sua aplicação.

Daniel Dacal
Especialista de vendas