Este navegador não é suportado

Você está usando um navegador que não é mais suportado. Para continuar visitando nosso site, escolha um dos seguintes navegadores compatíveis.

Close

Esmerilhadeira e retífica pneumática: qual é a diferença?

Esmerilhadeiras

Conheça as particularidades de cada ferramenta e as situações em que cada uma é indicada

Esmerilhadeira - Chicago Pneumatic


Muitas vezes, algumas ferramentas industriais parecem ser a mesma coisa, mas um olhar mais apurado é capaz de mostrar importantes diferenças. Por exemplo, a esmerilhadeira e a retífica pneumática têm praticamente o mesmo objetivo: remoção de material. Cada uma delas cumpre, no entanto, uma função muito diferente dependendo da aplicação. Como a dúvida é comum, neste artigo vamos explicar as principais diferenças entre as duas.

O que é uma retífica pneumática?

A retífica pneumática pode ser usada com uma ampla variedade de acessórios, o que faz dela uma ferramenta muito versátil. Dependendo do abrasivo selecionado, pode modelar vários substratos rígidos, como ferro fundido, aço, alumínio, plástico e madeira, realizando remoção de rebarbas, desbaste de peças metálicas e pequenas remoções de material em locais de difícil acesso.

Retífica pneumática - Chicago Pneumatic
Esmerilhadeira - Chicago Pneumatic

O que é uma esmerilhadeira?

As esmerilhadeiras desempenham papéis semelhantes, mas o abrasivo é sempre um disco que atua como ferramenta de corte ou desbaste. Equipado com o acessório certo, pode cortar ou desbastar materiais como metal ou madeira com facilidade, remover materiais e até polir superfícies.

Quais as principais diferenças entre essas ferramentas industriais?

1. Design

A principal diferença entre a retífica e a esmerilhadeira pneumática é o design do dispositivo.

A esmerilhadeira foi projetada para trabalhar com discos abrasivos finos ou escovas, montados em um eixo rotativo que está em ângulo reto com o corpo da ferramenta. Você pode usar a face do disco para desbastar e polir ou as extremidades do disco para fazer cortes.

Já a retífica pneumática é uma ferramenta rotativa projetada para abrasivos cilíndricos com haste. Esses abrasivos utilizam principalmente sua área periférica para usinagem: por exemplo, rebarbas de metal duro.

2. Tamanho

Embora ambas sejam ferramentas tecnicamente portáteis, em geral as esmerilhadeiras são maiores e requerem manuseio com duas mãos, enquanto a retífica pode ser segurada com apenas uma mão. Além disso, as esmerilhadeiras possuem alças volumosas, enquanto as esmerilhadeiras têm o formato semelhante a uma chave de fenda (no caso das retas) ou de pistola (no caso das angulares).

3. Potência

Por serem maiores, as esmerilhadeiras são capazes de suportar um motor mais robusto, o que permite oferecer muito mais potência. Embora a diferença exata varie com base na ferramenta, geralmente as esmerilhadeiras possuem o dobro da potência de uma retífica. Esse poder extra é útil em várias situações: por exemplo, a energia extra facilita muito o corte ou desbaste rápido do material ou a suavização do material.

4. Precisão

As retíficas são projetadas para trabalhos de precisão. Eles oferecem melhor controle da manobra sobre a ação de remoção. A esmerilhadeira, por outro lado, tem vários recursos de segurança para evitar acidentes: qualquer descuido no manuseio pode comprometer toda a operação.

5. Velocidade

Embora a potência seja maior na esmerilhadeira, na retífica pneumática a velocidade é mais alta, entre 15 mil e 30 mil rpm – particularidade favorecida pelo tamanho reduzido e adequando-se às necessidades dos abrasivos relacionados. A rotação mais alta permite que a ferramenta trabalhe com pequenas limas rotativas e pontas montadas.

6. Aplicação

As esmerilhadeiras foram projetadas para trabalhar com discos de grande diâmetro quando comparadas às ponteiras utilizadas em retíficas. Isso permite que elas concluam o trabalho de remoção e polimento mais rapidamente, funcionando melhor em superfícies que se estendem por uma grande área. Já as retíficas são ideais para lixar e polir furos, curvas acentuadas e perfis internos complexos.

Conclusão: Qual ferramenta é melhor?

Essa resposta depende da aplicação, pois cada uma cumpre sua função em trabalhos diferentes.

Escolha uma esmerilhadeira pneumática se: 

  • Você precisa de uma ferramenta poderosa para realizar muitas operações de desbaste, como limpeza de superfície antes da solda, desbaste de cordão de solda, remoção de defeitos superficiais, imperfeições e rebarbas de peças fundidas.
  • Seu trabalho envolve o corte de materiais duros, como vergalhões, metais, aço, aço inoxidável, materiais de fundição, pedras, alumínio, outros metais não ferrosos, etc.
  • Você precisa remover material em geral ou polir pequenas superfícies.

Escolha uma retífica pneumática se:

  • Você é um fabricante de matrizes, ferramentarias, fundições, metalúrgicas, caldeirarias, estamparias, ou faz trabalhos de retificação de precisão, pequenos desbastes e acabamentos.
  • A maior parte do seu trabalho é cortar, retificar e polir pequenas peças de trabalho.
  • Você precisa rebarbar, retificar contornos, cantos agudos e contornos internos, isto é, fresado periférico e frontal.
  • Seu trabalho exige trabalhar com pequenas ferramentas, como brocas de metal duro em locais de difícil acesso.

Ainda tem dúvidas sobre as ferramentas industriais ideais para a sua operação? Conte com a ajuda dos nossos especialistas!

Daniel Dacal
Especialista de vendas