Este navegador não é suportado

Você está usando um navegador que não é mais suportado. Para continuar visitando nosso site, escolha um dos seguintes navegadores compatíveis.

Close

Testes em laboratório

Wilhelm Isaac, Líder da Equipe de Engenharia, Laboratório da Chicago Pneumatic

O laboratório de testes garante que os produtos sejam compatíveis, confiáveis ​​e seguros de acordo com os padrões internos e internacionais. Nossos processos e equipamentos de teste nos permitem avaliar as ferramentas dos concorrentes e otimizar as ferramentas da Chicago Pneumatic para estar sempre um passo à frente da concorrência. Outra missão do laboratório, minha favorita, é avaliar conceitos inovadores que são prototipados e ver grandes ideias ganhando vida

Wilhelm Isaac , Líder da Equipe de Engenharia, Laboratório da Chicago Pneumatic

Nosso laboratório de testes de alto nível nos permite:

  1. verificar a durabilidade, a segurança, a qualidade e a ergonomia dos nossos produtos
  2. avaliar os produtos disponíveis no mercado, obter dados reais de desempenho e posicionar nossos produtos
  3. executar alguns testes exploratórios para melhorar nossos produtos e desenvolver a inovação

Verificar segurança/qualidade

Quando se trata da nossa primeira missão, o principal objetivo do nosso laboratório é confirmar que a ferramenta fornece exatamente o que deveria conforme descrito no documento de requisitos do produto.

Bancadas de teste: forçar as ferramentas ao máximo

As bancadas de teste permitem testar o desempenho da ferramenta, operando-as até 2.000 horas de uso contínuo e intensivo, replicando a vida útil do produto em um período de tempo muito curto. Um ciclo segue três etapas:
  1. ferramenta funcionando vazia
  2. ferramenta funcionando carregada
  3. tempo de pausa (ou então a ferramenta iria superaquecer)
O ciclo de teste e o tempo de vida útil pretendido variam de um tipo de ferramenta para outro, portanto, cada teste é personalizado. Além disso, dependendo do tipo de ferramenta, usamos diferentes bancadas de teste. A maioria das ferramentas rotativas é testada usando um dinamômetro (Magtrol), enquanto chaves de impacto e catraca são testadas usando testadores de células de carga hidráulica (Skidmore).

Se a ferramenta sair deste teste ainda funcionando, podemos garantir aos nossos clientes que sua ferramenta irá durar e não apresentará defeitos.

Ruído e vibrações

Na Chicago Pneumatic, nós nos esforçamos para projetar ferramentas que sejam ergonômicas, especialmente em relação a ruído e vibrações. A prática da indústria é medir o som de acordo com a ISO15744, mas muitas vezes vamos além das normas ISO para fornecer uma ferramenta com um desempenho ainda melhor, com menos vibração ou ruído do que há atualmente disponível no mercado. Por exemplo, existem muitas opções para reduzir o ruído além dos requisitos da ISO. Uma delas é a implementação de um silenciador, que é uma tarefa muito desafiadora, pois o silenciador precisa:
  • ser muito compacto
  • criar uma baixa queda de pressão (para não penalizar o desempenho da ferramenta)
  • trabalhar em uma ampla gama de frequências
  • ser feito em um material que não entope rapidamente

Desenvolver esse tipo de solução exige muita experiência e competências para encontrar o ajuste perfeito, especialmente porque esse processo varia de uma ferramenta para outra.

Testes de segurança: não há espaço para erros

Testes de segurança
Nossos testes de segurança são realmente importantes e 100% garantidos. Não temos espaço para erros quando se trata de segurança. No início da fase de projeto, colocamos nossos protótipos em teste no campo, o que nos possibilita antecipar situações que podem surgir posteriormente e melhorar o produto com o feedback do usuário final. Assim, precisamos fornecer a eles uma ferramenta 100% segura para uso, mesmo que ainda esteja no nível do protótipo, e isso é uma prioridade para nós. O valor agregado das avaliações de campo é garantir que nossos produtos funcionem na "vida real", bem como no nosso laboratório de testes. Além disso, acreditamos fundamental envolver nossos usuários finais no desenvolvimento de nossas ferramentas, pois são eles que mais as conhecem!

Finalmente, nossas salas de testes, onde deixamos nossas ferramentas caírem no concreto, nos dão uma ideia do que precisa ser melhorado ou reforçado na ferramenta para que ela não quebre, independentemente do que aconteça nas aplicações da vida real. Assim, podemos garantir sua durabilidade e robustez.

Uma vez que o produto é fabricado, executamos um teste final: o “teste do cliente”. Nós nos colocamos no lugar dos nossos usuários finais e assumimos que estamos recebendo o produto e o vendo pela primeira vez. Isso nos permite validar muitos pontos de contato e materiais para assegurar que o produto e suas garantias estejam de acordo com o desempenho esperado e com o nível de serviço. É uma verificação dupla antes de abrir oficialmente as vendas do produto. Nenhum problema deve ocorrer durante a verificação final, pois todos os pontos foram verificados antes da produção.

Desempenho real

Evidentemente, nosso laboratório é um ótimo recurso para testar nossos produtos, mas também testamos os produtos da concorrência. De fato, embora tenhamos padrões industriais para medir ruído, vibração e segurança, não existe nenhuma referência para o cálculo de dados de desempenho.

Assim sendo, para garantir que os produtos da Chicago Pneumatic superem os demais, testamos os produtos da concorrência em nosso laboratório de testes para termos dados de desempenho reais para comparação. Nossos padrões de testes e nossos requisitos de qualidade são extremamente altos, por isso, sempre nos baseamos em dados de testes reais.

Todos os nossos dados de desempenho são medidos em nossas salas de testes e são obtidos da série de produção do produto, completamente finalizados, para que os dados de desempenho sejam tão precisos quanto possível para o usuário.

Este laboratório de testes é fundamental em tudo que fazemos. Ajuda-nos a sermos reativos e a entender melhor nossas ferramentas, pois podemos vê-las em funcionamento. Nossa equipe de marketing considera isso uma vantagem real, pois oferece uma comparação justa entre nossas ferramentas e a concorrência, de forma que possamos posicionar novos produtos versus o que existe hoje e agregar valor aos nossos clientes.

Testes experimentais

Ter essas instalações também permite que a nossa equipe de P&D faça alguns experimentos de simulação para duplicar o uso real da ferramenta dentro de nossas salas de testes. Isso geralmente leva a algumas grandes ideias.

Nossas esmerilhadeiras industriais atuais ilustram isso perfeitamente. Elas têm um parafuso de segurança que impede que o rebolo gire em caso de falha do motor. Este é o resultado direto de um teste de simulação.

De fato, através do contato próximo com o cliente, sabemos que às vezes o motor fica preso (por causa de uma linha de ar ruim, por exemplo). Assim, em nosso laboratório, simulamos a parada repentina de um motor (é claro que a ferramenta estava funcionando em um compartimento de proteção específico para esse teste) e testamos diferentes abordagens para impedir que esse evento acontecesse. Nossos engenheiros assumiram o desafio e desenvolveram uma solução muito simples; porém, durável, para esse problema. Nós o validamos adicionando um parafuso de segurança, que impedia o rebolo de se soltar em caso de falha do motor. Com base nos resultados dos testes, decidimos padronizar este parafuso de segurança em todas as nossas esmerilhadeiras industriais, mesmo não sendo uma exigência em nenhum padrão de segurança atual.

Nós nunca comprometemos a segurança. Às vezes, vamos além das normas ISO, porque a segurança de nossos clientes vem em primeiro lugar.